RPA: por que contratar um robô?

RPA: por quê contratar um robô?

RPA é a cara do futuro digital e é essencial para serviços em diferentes níveis, atendendo principalmente o setor financeiro e industrial. Não à toa empresas do mundo inteiro investiram cerca de 680 milhões de dólares neste recurso em 2018 e este valor esta projetado para 3,11 bilhões em 2025, segundo estudo da Grand View Research.

RPA (Robotic Process Automation) é simplesmente a tecnologia que permite designar tarefas manuais para um robô, neste caso, um software. Em toda e qualquer atividade que seja definida, siga um padrão e se repita com grande frequência, é possível aplicar essa função com grande ganho, pois ela é simples e fácil de ser implementada.

O RPA é simples de ser inserida em qualquer setor industrial, além de ser uma tecnologia mais barata de integração. A vantagem dessa tecnologia é a capacidade de exercer tarefas repetitivas, interagindo com diferentes sistemas de maneira rápida e precisa. Se trata de uma aplicação capaz de otimizar o funcionamento de uma empresa e que não demanda um investimento muito alto para ser aplicado.

Um robô é capaz de realizar atividades rotineiras de análise de dados deixando tempo para as pessoas conseguirem fazer outras tarefas, que demandem maior criatividade e a dedicação integral de um ser humano. A parte burocrática, trabalhosa e longa é deixada para a máquina, que a completa em um prazo demasiadamente menor e com zero índice de erro.

Empresas de tecnologia especializadas em processos de robotização fornecem consultoria digital realizando saneamento de dados com informações de diversos órgãos e fontes oficiais a fim de atender às companhias. Trabalhar com esse tipo de inovação gera uma vantagem enorme no mercado, pois garante a estrutura e segurança empresarial necessária para os negócios.